A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Agronegócios / Agricultura / Soja em várzeas tropicais: quem plantou, plantou; quem não plantou não planta mais

Soja em várzeas tropicais: quem plantou, plantou; quem não plantou não planta mais

Os produtores realizaram o plantio dentro do planejado e o prazo para a colheita foi mantido para até 30 de setembro

Encerrou nesta segunda-feira, 15, a janela de plantio de soja nas várzeas tropicais tocantinenses, que abrangem os municípios de Lagoa da Confusão, Dueré, Formoso do Araguaia, Pium, Cristalândia, Santa Rita e Guaraí.

Com o prazo que foi prorrogado por 15 dias pela Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), os produtores rurais tiveram a oportunidade de realizar o plantio dentro do planejamento. Já, o prazo para a colheita foi mantido para até 30 de setembro.

De acordo com a Instrução Normativa nº 05/2020, fica a cargo do produtor rural realizar o plantio de sementes de soja, dentro do período de prorrogação; a responsabilidade do direcionamento dos ciclos de materiais para a finalização de plantio, bem como os riscos relacionados às condições de irrigação.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Controle da Ferrugem Asiática, Cleovan Barbosa, ressalta que a Adapec acompanhou o plantio e que, mesmo em época da pandemia da Covid-19, as equipes de inspetores de defesa agropecuária estão prontas para realizar em campo o monitoramento das lavouras, durante todo o período da safra até o pós-colheita, garantindo assim, a manutenção do patrimônio fitossanitário do Tocantins.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, destaca o papel do Governo do Tocantins na manutenção do cultivo de soja nas várzeas tropicais para fins de produção de sementes e pesquisa.

“O Governo Estadual tem empenhado esforços com o Ministério da Agricultura para a manutenção do plantio de soja nesta região, por considerá-la estratégica para o agronegócio brasileiro, principalmente por produzir sementes de alta qualidade e elevado grau de vigor de germinação,” afirma o gestor.

Ele acrescentou que o trabalho realizado pela Adapec durante toda a safra, no controle da ferrugem asiática e de outras pragas, garante a qualidade da produção.

A janela de plantio teve início no dia 20 de abril e encerraria no dia 31 maio. Os sojicultores que cultivam sementes naquela região solicitaram à Adapec a prorrogação da janela de plantio, uma vez que o período de chuva se estendeu e com isso houve atraso no cultivo da soja. A Agência então avaliou o pedido e prorrogou o prazo até 15 de junho.

Por Welcton de Oliveira

 

Além disso, verifique

Palmas: sorteados para habitação são convocados para entrega de documentos

As famílias pré-selecionadas, suplentes e reservas do processo de seleção para o empreendimento habitacional Recanto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *