A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Agronegócios / Agricultura / Tocantins: plantio de sementes de soja nas várzeas tropicais já está autorizado

Tocantins: plantio de sementes de soja nas várzeas tropicais já está autorizado

Os produtores rurais deverão fazer o cadastro das áreas plantadas até o quinto dia útil, após o encerramento da janela de plantio

Teve início no último dia 20 de abril, a janela de plantio de sementes de soja nas várzeas tropicais tocantinenses, que segue até o próximo dia 31 de maio, na região que compreende os municípios de Lagoa da Confusão, Pium, Formoso do Araguaia, Guaraí e Dueré, conforme estabelece a Instrução Normativa (IN) nº 003, de 14 de abril de 2020. Já o prazo para a colheita encerra no dia 30 de setembro.

De acordo com o gerente de Sanidade Vegetal da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Marley Camilo, os produtores devem realizar o cadastro das áreas plantadas, até o 5º dia útil, após o encerramento da janela de plantio.

“Para realizar o cadastro da lavoura, o produtor deve realizar o download dos documentos necessários no site da Adapec, no endereço: www.adapec.to.gov.br, preencher o formulário de cadastro, plano de trabalho, termos de compromissos e croqui da área, e posteriormente, entregar esta documentação no escritório da Agência”, explica.

“A perspectiva de plantio de sementes de soja para esta safra, nas várzeas tropicais, é de aproximadamente 62 mil hectares, repetindo o plantio da última safra. Esse plantio é autorizado pela Adapec neste período, em condições de excepcionalidade para produção de sementes ou pesquisa, e é fundamental para o Tocantins, pois somos um dos únicos estados da federação com autorização do Ministério da Agricultura para cultivo de soja nestas finalidades nesse período. E, isso nos coloca como uns dos grandes produtores de sementes no país”, destaca o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha.

Mudanças na Instrução Normativa

Visando melhorar a dinâmica das atividades e a condição fitossanitária de produção de soja nas várzeas tropicais, a Adapec promoveu, na Instrução Normativa nº 003/2020, algumas alterações que fortalecem a condição de excepcionalidade de plantio neste período.

Entre as alterações previstas estão, a alternância de princípio ativo na aplicação de fungicidas para o controle da ferrugem asiática, de acordo com o boletim técnico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a mudança no prazo para finalização de eliminação de plantas tigueras que agora passa a ser até o dia 10 de outubro, antes, o produtor tinha até 30 dias após a colheita para eliminar as tigueras, porém, com a nova IN, independente do prazo final da colheita, o produtor deve respeitar o prazo final estabelecido na legislação.

Para garantir a segurança fitossanitária das lavouras quanto à Ferrugem Asiática da soja, a Adapec monitora permanentemente toda a área plantada nas várzeas tropicais desde a semeadura até a colheita, bem como orienta os produtores quanto à aplicação de fungicidas.

Por Welcton de Oliveira

 

Além disso, verifique

Lei Emergencial Aldir Blanc trará benefícios aos artistas do Tocantins

Com a sanção presidencial do Projeto de Lei n° 1.075/2020, batizado como Lei Aldir Blanc, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *