A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Notícias / Economia / O meio empresarial se omitiu durante muito tempo’, diz presidente da Suzano

O meio empresarial se omitiu durante muito tempo’, diz presidente da Suzano

Walter Schalka
 Para Walter Schalka, direito ao voto do brasileiro precisa ser respeitado e o sistema eleitoral brasileiro é um modelo para o mundo. Foto: Gabriela Biló/Estadão
Um dos signatários do movimento ‘Eleição se Respeita’, ao lado de dezenas de empresários e investidores, Walter Schalka diz que setor não havia se manifestado contra declarações do presidente Jair Bolsonaro relativas às eleições por medo de retaliação

Signatário do manifesto Eleição se Respeita, ao lado de dezenas de empresários e investidores, o presidente da Suzano, Walter Schalka, disse em entrevista ao Estadão que “o meio empresarial se omitiu por muito tempo” por receio e medo de retaliação do Estado brasileiro, cuja presença na economia representa cerca de 40%. Schalka se refere às declarações do presidente Jair Bolsonaro que questionam a lisura do processo eleitoral no Brasil e colocam a impressão do voto como condição para a realização do pleito em 2022. Bandeira do bolsonarismo, a adoção do voto impresso foi derrubada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara por 23 votos contrários e 11 favoráveis.

Segundo Schalka, o direito ao voto do brasileiro precisa ser respeitado e o sistema eleitoral brasileiro é um modelo para o mundo. Confira a entrevista:

Por que o sr. resolveu assinar o manifesto?

A democracia é um dos pilares fundamentais da sociedade brasileira. E a eleição é a base da nossa democracia – logo, ela precisa ser garantida. O direito ao voto é igualitário a toda a população e cabe à população fazer sua escolha, seja ela boa ou ruim. Me parece que a questão da eleição virou uma forma de tergiversação dos problemas reais da nossa sociedade, que são o meio ambiente, a educação e as reformas estruturais, como a tributária e a política.

Não acredita que seja preciso mexer no sistema eleitoral?

O sistema eleitoral brasileiro não é um problema – pelo contrário, é um modelo para o exterior. Não há nenhuma denúncia de fraude nas urnas eletrônicas, em nenhum momento houve questionamento de resultados. Não vejo razão para estarmos perdendo tempo com isso.

E o voto impresso, não considera então fundamental?

A urna eletrônica permite que saibamos os resultados em uma questão de horas. Será que o voto impresso é uma questão fundamental? Não. E, especialmente em determinados locais do País, o voto impresso pode ser usado por políticos para exigir do eleitor um comprovante de voto, uma forma de controle da vontade das pessoas.E por que o empresariado, muitas vezes, demora a se posicionar sobre questões fundamentais, especialmente as que envolvem o governo?O meio empresarial se omitiu durante muito tempo. E isso é reflexo da forte presença do Estado da economia, que está ao redor de 40%. Então existe um receio de se falar, um medo de retaliação. Mas eu tomei a decisão de falar. Porque, quando nos calamos, ficamos mais expostos à situação de deterioração (do País).

Fernando Scheller, O Estado de S.Paulo

Além disso, verifique

‘Populismo eleitoral de Bolsonaro já aparece no mercado. A euforia acabou’, diz ex-presidente do BC

Para Affonso Celso Pastore, os indicadores já refletem em parte o efeito da agenda populista …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *