A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Regiões / Site Emtempo Tocantins / Erivelton: voz marcante no parlamento de Palmas em defesa das causas sociais

Erivelton: voz marcante no parlamento de Palmas em defesa das causas sociais

 

Atento às causas sociais, uma das bandeiras de luta do vereador Erivelton Santos (PV) é a defesa da moradia

Até tomar posse como vereador na Câmara Municipal de Palmas, dia 6 de fevereiro deste ano, Erivelton Santos (PV) era um nome praticamente desconhecido na política tocantinense, embora há anos participe diretamente na militância comunitária, sempre na luta para a implantação de políticas sociais que atendam às necessidades das famílias carentes, como a falta de moradia popular.

Como vereador, Erivelton pôde, enfim, dar um passo gigantesco nas suas propostas de fortalecimento das políticas de inclusão social. Os resultados em quase cinco meses de mandato, na avaliação do parlamentar, são altamente satisfatórios.

“Temos buscado ficar atento às demandas da população neste momento difícil de pandemia do coronavírus. Quem mais sofre são as famílias de baixa renda, que viu o mundo de repente desmoronar à sua frente. Se a situação já era difícil, ficou pior ainda. Por isso estamos sempre cobrando do poder público atenção especial para essas pessoas que estão mais vulneráveis neste momento de crise”, disse Erivelton.

Oposição responsável

Ao site Em Tempocn, Erivelton falou da sua atuação parlamentar. Mesmo na oposição ele tem mantido uma relação saudável com o executivo, para que os benefícios cheguem à população. “Evidentemente, temos nossas diferenças políticas, mas quando o interesse da sociedade é colocado acima destas questões, todos ganham. Esse entendimento estamos construindo com diálogo e muita responsabilidade”, frisou o vereador.

Neste curto período de mandato, Erivelton Santos já encaminhou uma ampla pauta de reivindicações para o poder público municipal. “Algumas foram atendidas, outras não, mas vamos continuar insistindo. Esse tem sido o nosso papel”, acrescentou o parlamentar.

Uma das reivindicações propostas por Erivelton Santos é quanto à definição de uma política fundiária que resolva questões pendentes de moradia e de outras que virão, na proporção do crescimento da cidade. “A questão fundiária é um problema grave que vem se arrastando ao longo dos anos. São centenas de famílias que estão aguardando a regularização de suas moradias. Sabemos que a culpa não é desta gestão, mas a prefeita Cínthia Ribeiro poderia dar o primeiro passo não apenas para solucionar o problema, mas também ampliar o programa habitacional e reduzir o déficit de moradia popular”, alertou.

Erivelton também tem insistido para que a prefeitura de Palmas reforme alguns prédios na Capital, construídos com dinheiro público e que estão abandonados, servindo de ponto para usuários de droga. “Esses espaços poderiam ser melhor aproveitados com a instalação, por exemplo, de conselho tutelares e casa de apoio à mulher. Enfim, há uma demanda muito alta que precisa ser preenchida”.

Passado de luta 

Erivelton Santos é professor, graduado em História pela UFT, residente no Tocantins desde 1981 e morador de Palmas desde 1997. Filiado ao Partido Verde, foi membro da direção do Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLM) e presidente da Associação de Moradores da Quadra 605 Norte.

Atua junto a importantes segmentos e grupos sociais – a exemplo dos movimentos de luta por moradia e regularização fundiária em vários setores de Palmas – tendo protagonismo na conquista de relevantes conquistas.

Em 2020, após a cassação do vereador Hélio Santana, por infidelidade partidária, assumiu o cargo na Câmara de Palmas.

A família de Erivelton Santos é natural de Goiás, da região de Formoso de Goiás e Trombas, onde seus pais moravam, à época da construção da Belém-Brasília (BR-153).

Ele conta que a família foi obrigada a mudar para a região do Bico do Papagaio, muito antes da criação do Tocantins.

“Minha família teve que deixar a região depois de uma intensa disputa com políticos locais, que queriam se apoderar das nossas terras, através de documentos forjados. Junto com outros familiares, foi criada uma associação para defender nossos direitos. O então governador de Goiás, Mauro Borges, titulou as pessoas que detinham as posses antigas, mas quando se esperava que tudo se normalizasse, veio o golpe de 1964. Todos foram perseguidos e torturados pelo regime militar”.

Foi vivendo esta situação de perto que Erivelton Santos se engajou na luta pelo menos favorecidos. “Aprendi a importância da Igreja dentro desse contexto. Logicamente, o cristianismo contribuiu para minha evolução enquanto pessoa. Continuo acreditando nos mesmos princípios, no que concerne à justiça e paz social”.

Sobre sua posição política, Erivelton foi enfático: “Hoje me considero como político de centro, em que pese, no passado, ter feito parte da esquerda radical. A vida nos ensina muito. Atualmente tenho um perfil de diálogo e resultados”.

Segundo ele, a filiação no PV tem muito a ver com a sua postura moderada. “Apesar de termos ideias progressistas e conservadoras na sigla, decidi pelo equilíbrio. Não carrego mais rótulos”, observou o parlamentar.

Erivelton lamentou que os radicais de esquerda acham que todos da direita não prestam e vice-versa. “A realidade não é bem assim. Percebo que podemos pegar as experiências exitosas da direita e aproveitá-las, como também as ideias de esquerda que deram certo e aplicá-las. Não vejo problema nenhum nisso”.

E concluiu: “Temos que adotar, portanto, a prática da pluralidade. Tenho que ouvir todas as correntes e filtrar o que é melhor para a nossa cidade. Há que se debater, sem radicalismos, políticas públicas que privilegiem a coletividade, independente de ideologias partidárias”. (Com colaboração do jornalista Dock Júnior).

 

Além disso, verifique

Palmas: sorteados para habitação são convocados para entrega de documentos

As famílias pré-selecionadas, suplentes e reservas do processo de seleção para o empreendimento habitacional Recanto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *