A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Esporte / Em jogo movimentado, Náutico vence o Vila Nova na Arena Pernambuco

Em jogo movimentado, Náutico vence o Vila Nova na Arena Pernambuco

índice vila nova x nautico

O Náutico recebeu o Vila Nova na noite de  terça-feira, na Arena Pernambuco, e teve que suar para conquistar a sua primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Em jogo de muitos gols e polêmicas, o Náutico bateu o adversário por 3 a 2 e se recuperou após derrota na estreia da competição.

Com um gol para cada lado logo nos primeiros minutos, com Roger marcando para o Vila Nova e Matheus Muller para o Náutico, o duelo teve sua grande polêmica na expulsão do volante Victor Bolt, que deixou a equipe goiana com um a menos em decisão muito contestada do árbitro.

Apesar de jogar em desvantagem numérica desde metade do primeiro tempo, o Vila Nova fez um jogo duro contra a equipe pernambucana e, mesmo sofrendo gols de Rafael Pereira e Jefferson Nem, conseguiu balançar a rede com Vandinho e levar emoção até os minutos finais de partida. O Alvirrubro ainda teve Bergson expulso, mas os vilanovenses não conseguiram se aproveitar para empatar.

Com a vitória, o Náutico chegou à 10ª posição da ainda embolada Série B, com três pontos conquistados. Já o Vila Nova, com a mesma pontuação, é o quarto colocado.

Na próxima rodada, o Náutico visita o Londrina, no Estádio do Café. Já o Vila Nova recebe o Vasco, no Mané Garrincha.

O jogo

A partida se iniciou com o Vila Nova apresentando uma postura mais defensiva e o Náutico buscando criar jogadas no campo de ataque. Com isso, a primeira grande chance do jogo foi do time da casa. Aos nove minutos, Rony recebeu dentro da grande área e finalizou com grande perigo. A bola, no entanto, foi para fora.

O Vila Nova respondeu aos 13 minutos e, em sua primeira grande chance no ataque, conseguiu abrir o placar. Após cruzamento para a área, Vandinho tentou o domínio, mas a bola sobrou para Roger. O meia limpou a marcação, bateu para o gol e viu a bola desviar em Rafael Pereira antes de ir para o fundo da rede.

Apesar de sair atrás no placar, o Náutico não sentiu o gol e empatou logo em seguida. Aos 17 minutos, Matheus Muller mandou uma bomba em cobrança de falta de muito longe e não deu chances de defesa ao goleiro Edson, marcando um golaço na Arena Pernambuco.

Após o gol de empate, a partida contou com uma grande polêmica. Esquerdinha arrancou sozinho pelo meio em direção ao gol e foi parado com falta por Victor Bolt. O árbitro da partida, Luiz César de Oliveira Magalhães, marcou a infração, conversou por alguns minutos com seus assistentes e só depois decidiu por expulsar o jogador do Vila Nova, em um lance que gerou muita reclamação dos jogadores.

Com um a mais, o Náutico foi para cima em busca da virada e conseguiu balançar a rede aos 45 minutos. Joazi recebeu a bola dentro da área e foi derrubado pelo goleiro Edson. O árbitro viu infração no lance e marcou pênalti. O zagueiro Rafael Pereira foi para a cobrança e bateu firme no meio para colocar o Náutico na frente antes do intervalo.

No retorno para a segunda etapa, o Náutico contou com uma jogada de extremo oportunismo para ampliar a vantagem. Aos três minutos, Jefferson Nem aproveitou erro de passe de Vinícius Simon e arrancou do campo de defesa para invadir a área e tocar na saída do goleiro Edson, fazendo o terceiro do Náutico.

Logo após o gol, aos quatro, o Vila Nova quase deu adeus às suas chances na partida em outro erro de passe. No entanto, Esquerdinha finalizou tirando muito do goleiro e perdeu grande chance.

Se o Alvirrubro não mandou a bola para a rede, o Vila Nova conseguiu diminuir o placar e colocar fogo na partida. Aos cinco minutos, Vandinho aproveitou ótimo passe de Jean Carlos e se esticou para empurrar para a rede e fazer o segundo gol do Vila Nova.

Após o gol, a partida caiu de ritmo e só foi voltar a esquentar nos 15 minutos finais. Aos 33 minutos, Jean Carlos recebeu bola ajeitada por Vandinho, girou e chutou para grande defesa de Júlio César, que evitou o empate da equipe goiana.

Aos 35 minutos, Bergson fez falta dura em Jefferson Feijão, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o jogo ainda mais em aberto.

Apesar da igualdade numérica, o Vila Nova não conseguiu aproveitar as oportunidades para chegar ao empate. Com isso, o duelo terminou com vitória de 3 a 2 do Náutico.

FICHA TÉCNICA:
NÁUTICO 3 X 2 VILA NOVA

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 17 de maio de 2016, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) e Marcione Mardônio da Silva Ribeiro (CE)
Público: 1.514 pagantes
Renda: R$ 23.425,00
Cartões Amarelos: Edson e Robston (Vila Nova), Bergson, Eurico, Roni e Rafael Pereira (Náutico)
Cartões Vermelhos: Victor Bolt (Vila Nova) e Bergson (Náutico)
GOLS: NÁUTICO – Matheus Muller, aos 17, e Rafael Pereira, aos 45 minutos do primeiro tempo, e Jefferson Nem, aos três do segundo tempo
VILA NOVA – Roger aos 13 minutos do primeiro tempo e Vandinho aos sete minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Gastón Filguera e Mateus Muller (Henrique); Maylson (Eurico), Rodrigo Souza, Esquerdinha (Bergson), Caíque Valdívia e Rony; Jefferson Nem. Técnico: Alexandre Gallo

VILA NOVA: Edson; Jefferson Feijão, Anderson, Vinícius Simon e Marcelo Cordeiro; Victor Bolt, Robston (Maguinho), Leandrinho (Fabinho), Jean Carlos e Roger (Douglas Assis); Vandinho. Técnico: Rogério Mancini

Além disso, verifique

Polícia cumpre mandados em operação contra venda ilegal de madeira doada pelo Ibama à Prefeitura de Rubiataba

Operação investiga venda ilegal de madeira doada à Prefeitura de Rubiataba — Foto: Polícia Civil/Divulgação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *