A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Regiões / Tocantins / Chineses apresentam projeto de rota aérea comercial entre Palmas e Xangai

Chineses apresentam projeto de rota aérea comercial entre Palmas e Xangai

O governador Mauro Carlesse esteve reunido, na manhã desta quarta-feira, 15, com representantes da Câmara de Comércio de Xangai, para tratar da possibilidade da criação de uma rota área para o transporte de cargas ligando Palmas diretamente a Xangai, maior cidade da China e um núcleo financeiro global.

A reunião, intermediada pelo secretário da Indústria, Comércio e Serviço, Tom Lyra, tratou também de investimentos nos setores do agronegócio e mineração.

Participaram da reunião os advogados da Câmara de Comércio daquele país, Igor Araújo Soares e Fernando Gur. Segundo os advogados, o projeto já está aprovado pelo governo chinês, que tem grande interesse em ampliar investimentos no Estado.

Fernando Gur informou ainda ao governador Mauro Carlesse que a intenção dos chineses é utilizar o Aeroporto de Palmas, Brigadeiro Lysias Rodrigues, para o transporte de carnes, frutas e produtos industrializados. A projeção é realizar dois voos semanais para exportação e importação de mercadorias. “Vamos colocar o Tocantins conectado ao mundo”, destacou Fernando Gur.

O próximo passo para a execução do projeto é o estudo sobre a capacidade do Aeroporto de Palmas de receber aviões com grande capacidade de cargas. E a partir daí, técnicos do governo chinês devem vir ao Estado para realizar os processos legais para a efetivação da rota área.

Fernando Gur, que representa também um fundo de investimento daquele país, informou para o governador Mauro Carlesse que os chineses também têm interesse em investir na extração de minério na região, já que na China existe uma forte demanda por essa commodity. Fernando Gur repassou ainda ao governador Mauro Carlesse o convite do prefeito de Xangai, Ying  Yong, para visitar a cidade ainda neste primeiro semestre.

Alfandegamento

Uma das exigências para a implantação do projeto é o alfandegamento do Terminal de Logística de Cargas (Teca) do Aeroporto de Palmas, mas o secretário Tom Lyra reiterou que “a demanda já está sendo viabilizada pela Infraero”.

Questionado sobre a capacidade do Aeroporto de Palmas de receber aviões cargueiros comerciais, o governador Mauro Carlesse destacou que as instalações do complexo aéreo são no padrão internacional e sua pista de pouso e decolagem está pronta para receber aeronaves modelo 3C, de grande porte.

“Vamos providenciar a estrutura necessária para que o projeto seja implantado. A relação comercial com a China é extremamente importante para a economia do Tocantins, tendo em vista, que aquele país é hoje um dos principais compradores dos nossos produtos como a carne e a soja”, afirmou o Governador.

Reunião com Infraero

O secretário Tom Lyra e representantes da Câmara de Comércio de Xangai também se reuniram com a superintendente da Infraero em exercício, Janaína Jácome Barros Alves e com o gerente de Gestão Operacional e Segurança, Renato Duarte, para discutir a implantação de rota aérea comercial para o transporte de cargas.

Durante a reunião, os executivos da Infraero repassaram todas as informações sobre a capacidade do Aeroporto de Palmas, Brigadeiro Lysias Rodrigues, que conta com pista de pouso e decolagem pronta para receber aeronaves, inclusive, cargueiros de grande porte.  Foi informado também que a Infraero está cumprindo os protocolos para internacionalização do Aeroporto para receber voos de passageiros internacionais.

Em relação ao transporte de cargas, a superintendente da Infraero em exercício explicou que este processo depende do alfandegamento do Terminal de Logística de Cargas (Teca), cujo processo está em andamento na Receita Federal. Mas, para isto, o terminal precisa receber ainda algumas adequações na sua estrutura.

“Como o terminal foi privatizado, as obras serão realizadas pela empresa vencedora do certame para que seja feito o alfandegamento. Só a partir daí a companhia chinesa pode entrar com o pedido para operar os voos cargueiros comerciais”, explicou. A alfândega é um departamento localizado dentro dos aeroportos para fiscalizar e controlar a entrada e saída de mercadorias.

 

Além disso, verifique

Governo do Tocantins retoma projeto de qualificação para mulheres

O projeto Jeito de Mulher, que já beneficiou 210 mulheres tocantinenses com qualificação profissional em áreas tradicionalmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *