A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Regiões / Goiânia / Sob forte esquema de segurança, Bolsonaro almoça em fazenda de Amado Batista

Sob forte esquema de segurança, Bolsonaro almoça em fazenda de Amado Batista

Bolsonaro almoça com Amado Batista, que cantou e tocou violão sentado ao lado do presidente Foto: Reprodução / Facebook
Bolsonaro almoça com Amado Batista, que cantou e tocou violão sentado ao lado do presidente Foto: Reprodução / Facebook 

GOIANÁPOLIS – O presidente Jair Bolsonaro aproveitou a viagem a Goiânia nesta sexta-feira para almoçar em uma fazenda do cantor sertanejo Amado Batista, na zona rural de Goianápolis , município da região metropolitana da capital. O encontro não estava na agenda do presidente, divulgada na noite anterior. Apenas depois de o almoço ocorrer, o Planalto o incluiu oficialmente entre os compromissos de Bolsonaro em Goiás.

No meio da manhã, o presidente informou apoiadores que iria ao encontro de Batista, em diálogo transmitido ao vivo em sua página no Facebook.

Equipes trabalham no esquema de segurança do presidente durante visita à fazenda de Amado Batista Foto: Gustavo Maia / Agência O Globo
Equipes trabalham no esquema de segurança do presidente durante visita à fazenda de Amado Batista Foto: Gustavo Maia / Agência O Globo

O encontro mobilizou a estrutura da Presidência. Diversos carros oficiais e equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estavam no local. Homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar de Goiás ficaram na estrada que dá acesso à fazenda para controlar a entrada de convidados e impedir a presença de jornalistas. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM),  também está no local, assim como outros políticos e personalidades da região.

Bolsonaro é amigo do cantor e já disse publicamente que o vê como ídolo. No começo de abril, o artista foi recebido no gabinete do presidente no Planalto, acompanhado do atual presidente da Embratur, Gilson Machado, que é sanfoneiro.

Em maio, Batista gravou um vídeo convocando apoiadores a participar de uma manifestação em favor de Bolsonaro, ocorrida no dia 26 daquele mês.

Questionado pela reportagem sobre quem participou do almoço, o Planalto não respondeu, mas informou que a comitiva foi formada por Bolsonaro e mais 16 pessoas, sem especificar os integrantes. Em transmissão ao vivo pelo Facebook, é possível ver que o presidente estava acompanhado pelo deputado Hélio Negão, pelo líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo e pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Ronaldo Caiado, governador de Goiás, também estava presente.

Tortura e ditadura

Hoje com 68 anos, quatro a mais que Bolsonaro, Amado Batista se notabilizou nos últimos anos por declarações sobre o período da Ditadura Militar de 1964 a 1985, defendida pelo presidente.

Em entrevista à jornalista Marília Gabriela no programa “De frente com Gabi”, do SBT, em 2013, Batista disse que mereceu ser torturado por militares.

— Eu fiz coisas erradas, então eles me corrigiram, assim como uma mãe que corrige um filho — declarou o cantor, contando que, quando jovem, trabalhava em livraria e facilitou o acesso de alguns escritores, jornalistas e intelectuais a livros proibidos na época. — Me bateram muito. Me deram choques elétricos, e ainda um dia me colocaram com uma cobra — relatou.

A agenda oficial de Bolsonaro começa às 14h com uma visita ao Comando de Operações Especial do Exército em Goiânia. À noite, ele participa da cerimônia de Comemoração do 161º Aniversário da Polícia Militar de Goiás e da formatura de aspirantes, antes de retornar a Brasília.

Em discurso durante cerimônia militar dentro do espaço, o presidente exaltou o papel das Forças Armadas e disse que não se pode esquecer os riscos que o Brasil correu nas últimas décadas.

– Homens e algumas mulheres que arriscaram suas vidas, outros as perderam e outros ainda tiveram sua honra vilipendiada quando nós juntos lutamos por paz, por democracia e por liberdade. Os tempos mudam, nós nos aperfeiçoamos. Nós temos a nossa oportunidade e neste momento, juntos temos que mostrar e provar que não só estava no caminho certo, bem como, queremos um Brasil mais livre, mais justo e mais próspero para todos aqueles que vierem depois de nós – declarou.

Além disso, verifique

10.11Saude_Maternidade

Iris anuncia reforma e ampliação da maternidade Nascer Cidadão

A Maternidade Nascer Cidadão (MNC) comemora, neste sábado (12/10), seus 19 anos de funcionamento. Para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *